terça-feira, 30 de setembro de 2008

errado lugar seu no coisa Cada

Às vezes vejo umas coisas que não entendo. Mas depois passo a entender e elas ficam martelando na cabeça pra sair ou pra serem engolidas como goma de mascar barata que vai se agarrando pela garganta sem querer descer...


Esta é uma daquelas que parecem goma.


Estava eu no ponto de ônibus esperando com várias outras pessoas, entre elas duas mulheres com bolsas de mercado. O maldito coletivo demorava uma vida quando apontou na esquina da rua e todos se agitaram. A boa educação manda que as mulheres devem subir primeiro, ainda mais quando estão com peso. Pois bem. Foi o que fiz. E qual não foi minha surpresa em ter tal ato de educação negado pelas mulheres? Elas diziam: "não, sobe primeiro". De tanto eu insistir, elas subiram. Como a entrada é pela frente, ficaram antes da roleta atravancando o caminho. Pouco depois, fizeram sinal para o motorista e desceram pela mesma porta, sem pagar passagem. Depois eu descobri: quem morava naquela área não paga passagem como espécie de pedágio para a empresa de ônibus.


Esse lance só mostra uma das várias facetas que acontecem todos os dias na região metropolitana do Rio. Devido a um gigantesco (mesmo) efeito cascata que vem desde a década de 70, é quase impossível se passar um dia inteiro nessa região sem ver, pelo menos, alguma coisa erradamente bizarra acontecendo. É claro, óbvio que coisas erradas acontecem em qualquer lugar. Mas estou falando de coisas realmente absurdas. De quem é a culpa? De todos. Como reverter isso? Com todos e muito (mesmo) trabalho e, principalmente, educação. E não é só educação de ABC ou 2 + 2. É a educação de cortesia, de honestidade, de respeito, de gratidão... Talvez depois disso tudo venha a educação formal e aí, e aqui vai uma pitada de esperança na goma, tudo comece a melhorar.


Mas... honestamente? Cada dia que passa fico mais cansado de temperar a goma com esperança e o saquinho de goma vai se esvaziando assim mesmo...


A foto aí abaixo é de uma comunidade que tirei nessas andanças... espero que a faixa esteja certa pra eles e pra gente.