domingo, 15 de fevereiro de 2009

Memória...

Imagine se um dia, quando acordasse, você fosse esquecido por todos ao seu redor, desde familiares a amigos e colegas. Se quando saísse e encontrasse pessoas que conhece e elas não soubessem quem você é. Qual seria sua reação?

Todos os dias isso ocorre com muitas pessoas, por diferentes motivos e de jeitos distintos. Eles caem no buraco do esquecimento e, assim, ninguém mais se lembra deles, sendo jogados, cada vez mais, no terreno escuro dos cérebros das pessoas.

E nós, todos de certa maneira, também somos esquecidos por um Estado inatuante que vai nos esquecendo, deixando de lado, alimentando-se do que produzimos... mas não ficamos inertes: batemos à porta, gritamos e tentamos ser lembrados...

Mas não podemos ser hipócritas: certamente, ao ler isto, você deve estar puxando pela memória para se lembrar de alguém que você esqueceu algum tempo atrás... Não é??

E com você, o que seria? Como você enfrentaria isso? O que faria? Isso pode acontecer com qualquer um de nós... a qualquer momento...

2 comentários:

Richard disse...

Amigo, embora vc já o tenha a muito tempo, só bateu a curiosidade agora... Gostei muito do blog, achei o conteúdo riquíssimo, e as vezes até não acho vc nessas linhas por conhecer o outro João Paulo, o menos catedrático. Queria ter a coragem de escrever um tb! Parabéns mesmo! Vou recomentdá-lo aos meus amigos letristas. Abraço grande...

Marcos AM Ramos disse...

Na verdade, isso já aconteceu comigo, e vai acontecendo mais um pouco a cada dia. Tenho enfrentado isso exteriorizando mais ainda minha violência. Recomendo.
Engraçado é que lerão isso imaginando socos e pontapés, e não é nada disso. Esqueçam a violência física, ela é a menos eficaz.